Como Funciona

O esporte Bungee Jumping pode ser praticado por qualquer pessoa sem limites de idade, os únicos limites são peso mínimo de 40kg e não ter algum problema sério de saúde.

Existem 3 tipos de cordas a serem utilizadas, estas variam de acordo com o peso da pessoa que saltará, isto determinará apenas o conforto no salto, para que a corda estique de forma suave. Após decidida a corda que será utilizada, os engates e os cintos de segurança serão colocados e vistoriados para o salto. Um guindaste com capacidade para aproximadamente 40 toneladas, içará uma gaiola com a pessoa presa à mesma até o topo, onde após ser solta da presilha de segurança estará liberada para saltar no momento desejado.

Com a ajuda de um instrutor, esta realizará o salto de uma altura de aproximadamente 42 metros, (equivalente a altura de um prédio de 14 andares), presa a uma corda elástica em cima de um Air Bag (colchão de ar), a pessoa que realiza o salto não chega a encostar no Air Bag, mantendo-se a uma distância de 2 a 5 metros do mesmo.

Nas cordas de Bungee Jumping temos, além dos milhares de feixes de látex que formam a corda elástica uma fita tubular de nylon de alta resistência que acompanha toda corda elástica, capaz de suportar o peso de 2.7 mil kg. O praticante é ancorado no elástico em no mínimo dois pontos do corpo (geralmente na cintura e nos tornozelos;). Todos os mosquetões são protegidos de acolchoado para impossibilitar eventuais ferimentos no praticante. Como backup complementar utilizamos um Airbag (colchão de ar;) no solo contra o último caso de uma queda.

Cordas

Peitoral, cadeirinha e Tornozeleiras com o sistemas de reserva na fita amarela.

AIR BAG

Air bag

PRINCIPAIS MODALIDADES DE SALTO

SALTO PELA CINTURA: A pessoa é presa pela cintura e peito. A queda é de cabeça e no final a pessoa fica na posição sentada. Esse é o salto mais cômodo, recomendado para iniciantes e para aqueles que querem um salto mais "light”.

SALTO PELOS PÉS: A pessoa é presa pelos pés e pela cintura. A queda é de cabeça e no final a pessoa fica de cabeça para baixo, e por isto este salto é o menos confortável.

DICAS

- Ao subir na gaiola o praticante deve procurar olhar para frente.

- No momento do salto, apenas deixar o corpo cair, sem dobrar as pernas e de preferência com as mãos para cima.

- Quando o instrutor der o OK para o salto, saltar sem pensar e de olhos abertos para curtir o momento, esta emoção não tem nada semelhante, aproveite seu momento RADICAL e com segurança.

Restrições e Dicas de Alimentação

- Evite comidas pesadas, substitua por frutas sucos e lanches naturais.

- Estar bem física e mentalmente, livre do efeito de álcool ou qualquer tipo de droga.

- Não possuir doenças como epilepsia e similares.

- Não ter sido submetido a nenhum tipo de cirurgia recente ou ter consentimento médico.

- Para gestantes o salto não é permitido.

- Não usar brincos, colares ou piecings e esvaziar os bolsos no momento do salto.

- Alongamento antes do salto condiciona o corpo.